domingo, abril 14, 2013

Um DIY muito básico



Um dia destes ainda crio a secção "encher chouriços" neste blog. Todos sabemos o que significa a expressão, não é mais do que preencher espaço quando já não há conteúdo para tal. Quem na escola não deu respostas de encher chouriços(?) - eu pelo menos dei uma ou outra -, aquelas perguntas que tínhamos que responder com pelo menos 250 palavras e já depois de termos debitado toda a matéria que sabíamos a esse respeito, fazíamos a contagem e faltavam 50 ou 60! Era um tormento! Então escrevíamos o que se chama "encher chouriços", que é acrescentar frases que não traziam nada de novo ao que já tinha sido dito, mas eram o suficiente para atingir os tais mínimos.

Pois, aqui pelo blog passa-se algo semelhante. Eu até tinha umas coisas para vos mostrar, mas como a máquina de costurar tresloucou não as consegui acabar. Ou seja, passaram do "falta pouco" para um estado de adiamento que não sei quando terminará. 


Já mantive este blog praticamente abandonado durante muito tempo, e agora que retomei não quero ficar sem dar notícias. Publicar no blog motiva-me a criar mais e mais, a delinear projectos, pegar nos materiais, dedicar-me a estas artes e obviamente, a partilhar.

Pois, é mesmo a parte da partilha que me traz aqui. Na semana passada, em conversa com umas colegas de trabalho que nos tempos livres também se dedicam a crafts falámos, a determinada altura, do reaproveitamento de materiais e no meio da conversa uma delas referiu as embalagens de papel. Dizia ela que gosta muito daqueles saquinhos de papel, como os das padarias, mas que não sabia onde adquirir. Dissemos-lhe muito rapidamente que ela podia fazer os próprios saquinhos, do tamanho que bem entendesse e decorá-los como bem quisesse. Como ela não sabia como se fazem, peguei numa folha A4 (de rascunho, que eu guardo-as sempre) e mostrei-lhe como fazer. 

Depois pensei: ora aqui está um "encher chouriços" para o blog. Já perceberam de onde veio a conversa, não foi? Na realidade até talvez não seja um "encher chouriços". Tal como a minha colega, provavelmente há mais pessoas que também não sabem como fazer. Apesar de para mim poder ser muito básico e óbvio, para outras pessoas pode ser uma ideia gira e útil, por isso deixo-vos um pequenino tutorial de como transformar um pedaço de papel numa embalagem p'ra lá de fofa.

Pegamos na folha de papel (do tamanho que bem entenderem).


Dobramos as duas extremidades para dentro e colamos com fita adesiva ou com cola.


Depois dobramos as extremidades (cerca de 2 cm) e vincamos bem.


Abrimos novamente as extremidades e dobramos a base (eu dobrei uns 5 cm, mas podem fazer do tamanho que quiserem), vincando bem a dobragem.


Abrimos a base e dobramos as pontas para dentro.


Depois dobramos um pouquinho da parte de cima e da parte de baixo e colamos.


Aqui nesta foto dá para ver melhor como ficou.


Lembram-se dos lados que dobrámos no segundo passo? Se abrirem o saco podem-se ver os 3 vincos que resultaram. O que vamos fazer é apertar os 2 vincos de fora para o lado de fora e o vinco do meio para o lado de dentro. 


Nesta foto dá para ver melhor a que me refiro e o resultado.


E pronto, eis o nosso saquinho de papel.


Agora é só decorarem como bem entenderem.


Podem aproveitar bocadinhos de tecido que nos sobram sempre das nossas costurinhas. Ou mesmo colocar aplicações em crochet, feltro, papel, etc.


Ou podem simplesmente imprimir de antemão uma imagem bonita no papel. Podem mesmo usar papel impresso.


Mas nesta matéria não tenho muito a acrescentar, acredito no vosso bom gosto e criatividade.

Divirtam-se e já agora, bom início de semana que este domingo já está na recta final!




1 comentário:

Claudia G. disse...

Miquinhas,

Que espectaculo! Adorei mesmo!